domingo, 27 de maio de 2012

E por que vou ter problemas e enfrentar dificuldades?




Bem, como eu disse anteriormente, juntamos culturas diferentes e isso será inevitável.
Nem você e nem as pessoas do seu país de destino são perfeitos, e você concordará comigo que ler informações de uma pessoa é uma coisa e conviver com essa pessoa é outra coisa.

A vida mudou! Mudou tudo! E significa que coisas que antes eram ou pareciam muito simples pra você, de agora em diante poderão ficar um pouco mais complicadas. Você questionará muita coisa, o que é certo, o que é errado, ou se o jeito deles é o certo e talvez o certo é só uma outra forma de fazer a mesma coisa.


Vamos encarar os fatos:
1-      A primeira dificuldade será adequar aquilo que você imaginou que seria o lugar, o intercâmbio, a família, a escola e etc.. com aquilo que realmente é. É o tal do ajuste. E no próximo capítulo, nós trataremos disso com mais detalhe: o tal do SUSTO duradouro, o tal do choque cultural.
2-      A segunda dificuldade será com a língua. Por mais que você tenha estudado a vida toda, a dificuldade com a língua será talvez a maior delas.
O seu cérebro está acostumado com a nossa língua. Então, cada vez que alguém falar com você, em inglês,  por exemplo, veja o que vai acontecer:
- você vai pensar e traduzir em sua mente o que significa aquilo em português;
- vai pensar uma resposta  em português;
- em seguida, ainda em pensamento, irá passar a sua resposta do português para o inglês;
- vai por uma entonação, uma fonética que você acha que ficarão bons;
- e aí sim, vai se expressar verbalmente.
Você sabia que esse processo todo dá dor de cabeça?
E aí talvez você se sinta um pouco infantil por não conseguir expressar ideias que em sua língua você faria com tanta naturalidade. Talvez você não consiga passar tanta confiança, tanta maturidade, tanto quanto gostaria.
E também aparecerão palavras que você vai precisar usar, e que nunca lhe ensinaram. Talvez você se veja obrigado a falar “torneira” ou “maçaneta”  em inglês, mas nunca ninguém te ensinou a falar essas coisas em inglês. E você vai ficar até bravo: “_caramba, estudei tanto inglês e nunca ninguém me ensinou a falar X coisa, precisava ter estudado tanto então? Serviu pra alguma coisa? Para que não serve pra nada."
Não se engane: serve sim. E continue estudando até embarcar que é isso que vai fazer toda a diferença. E pratique mímica. Ser bom em mímica ajuda muuuiiiitto. E ria dos seus micos! Você não faz ideia de quantos virão pela frente!



3-      A outra dificuldade: você não tem amigos, e vai ter que fazer. E não pode esperar ficar bom na língua falada pra fazer amigos. Vai ter que usar todas as táticas que eu já ensinei.
4-      Uma outra: você sabe a cara de brava da sua mãe daqui, mas não sabe a cara de brava da sua mãe de lá. Você chegou e faz parte da família, mas você perdeu alguns acontecimentos na vida daquela família e de repente tem que ser sensível a certas datas, por exemplo.
5-      Você vai morrer de saudade do seu cachorro que ficou aqui e vai ter que aguentar a encarnação do Marley do cachorro de lá e tratar o bicho direitinho. E o bicho decidiu que não vai com sua cara.
6-      Você vai ter horário pra dormir!
7-      Você será um sul-americano e dependendo do lugar pra onde você for, eles não sabem nem aonde fica o país de onde você veio! Pra eles você é um ET. E Brasil e Zâmbia é tudo igual.
8-      Você já se questionou coisas simples como: no seu primeiro dia, na casa de família hospedeira, você levanta e aparece pra tomar o café, de pijama, ou você se troca antes?
9-      A tua irmãzinha de lá resolveu que vai fazer você soletrar tudo o que você fala, porque você fala muito errado! Que horror!
10-   Você tem lição de casa todo dia e é em outra língua e tem que fazer com o dicionário do lado. O dicionário virou o seu melhor amigo. E enquanto um nativo faz lição  em meia-hora, você leva 3 horas pra fazer. E depois disso, você fica cansado demais.
11-  Você descobriu que aquilo que você achava que era ser bom em futebol, é nada! Que os caras são muito bons. E que você vai ter que baixar sua bola. Eles nem tinham tanto talento, mas a perseverança nos treinos tornou-os os melhores.
12-   Você sente muita falta da internet, do facebook, do whatsapp, skype e etc e eles não estão nem aí pra isso. Eles fazem tudo antes de usar isso e só usam se sobra algum tempo. Para eles lá, ficar usando isso é perda de tempo.
13-Ninguém mais vai te acordar pela manhã: você deverá acordar por si mesmo.
14-Ninguém mais vai alertá-lo se está frio ou calor, se você deve levar blusa ou guarda-chuva. Você deverá decidir isso.
15- você acha que eles são meio "porquinhos"...depois eu explico esta parte...
etc

Enfim, aonde eu quero chegar? Que tudo aquilo que parecia simples, que antes não exigia de você o exercício de pensar, a partir do momento que iniciar o seu intercâmbio, você vai se ver pensando em coisas muito simples.

Mas acredite: você é capaz de lidar com tudo isso. Você é capaz de lidar com muito mais coisa. Você decidiu ir pra um intercâmbio, num é mesmo?
Então, vamos em frente!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pelos seus comentários e considerações. Entraremos em contato em breve.