segunda-feira, 11 de fevereiro de 2013

Empatia!



Você sabe o que significa EMPATIA?
Talvez você já pratique, só não sabe que este é o nome.
Empatia vem do grego, empáthea, ou tendência para sentir o que você sentiria se estivesse na situação da outra pessoa e sob as circunstâncias experimentadas por ela.
É colocar-se no lugar do outro para saber o que está sentindo.
Nos momentos mais difíceis, precisamos muito mais de nossa empatia do que racionalidade, intelectualidade ou qualquer outro nome desses aí.

Para estabelecer novos e bons contatos, por exemplo, precisamos jogar fora pensamentos pré-construídos sobre o jeito de ser do outro. Geralmente, quando criamos uma imagem de alguém, sem procurar conhecer a pessoa previamente, corremos o risco de cometer equívocos e julgamentos indevidos. Acreditar em opiniões pré-concebidas faz com que nossos relacionamentos sejam baseados na desconfiança.

Ao praticar a empatia, estamos nos abrindo a ouvir e a conhecer de verdade as pessoas ao nosso redor. Assim, temos a oportunidade de descobrir que, mesmo que tenham comportamentos e pensamentos muito diferentes dos nossos, é possível interagir com estas pessoas.
Ser empático não é falar pelos cotovelos, não é bem isso. O detalhe é saber ouvir, é perguntar a opinião do outro.. Pessoas que são boas ouvintes demonstram grande grau de amabilidade, confiança e amizade.

Para adotar esse sentimento na sua vida é necessário distinguir entre o que você considera aceitável do que é inadmissível que o outro faça com você. É importante ressaltar que empatia não é a mesma coisa que simpatia. Quando dizemos que alguém é simpático significa que essa pessoa é, por natureza, mais extrovertida e comunicativa. No entanto, ter empatia depende da sua postura frente ao outro, a fim de nutrir bons laços sociais, além de oferecermos gentileza e cordialidade.

Se você é uma pessoa que sofre por não receber a empatia do outro, se questione:

Como você se comporta diante de outras pessoas? Tenta manter uma atitude de ostra sempre que tocam em assuntos que você considera inadequados ou exprime verbalmente que você não quer falar sobre isso? Você é uma pessoa que mantém uma atitude considerada por você como característica de alguém tímido, não cumprimentando os outros e se abstendo de dizer palavras como "obrigado" e "com licença"? Será que você não anda fechado demais em seu mundo, pensando nos seus problemas e assim, acaba se fechando para que o outro se aproxime de você? Será que realmente faz parte de seus planos tecer boas relações interpessoais ou você prefere manter relacionamentos mais superficiais? Para receber a empatia, é preciso ser empático e se você estiver passando por esse problema, que tal mudar sua conduta para o seu próprio bem?

O grande objetivo de vida do ser humano deveria ser MELHORAR OS RELACIONAMENTOS COM OS AMIGOS E MELHORAR A SI MESMO.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pelos seus comentários e considerações. Entraremos em contato em breve.