domingo, 9 de junho de 2013

Definindo intercâmbio!

O que é esse tal de intercâmbio?


Vários psicólogos, filósofos, estudiosos, antropólogos e etc...já buscaram a origem do intercâmbio. Na minha modesta opinião, intercâmbio começou quando famílias de algumas partes do mundo decidiram receber em suas casas as crianças vítimas de guerra, que perderam seus pais na guerra. Estas crianças órfãs passaram a viver com outra família que nunca tinham visto, que falavam outra língua e tinham outros hábitos.

Talvez isso explique porque os alemães são, proporcionalmente, os campeões em fazer intercâmbio pelo mundo. Aonde quer que você vá, sim, você encontra um alemão. E vale a pena dizer que os alemães, o povo alemão não tem nada de frio ou arrogante, como muita gente imagina, muito pelo contrário.

Quando eu comecei na indústria dos intercâmbios, o único intercâmbio propriamente dito era o intercâmbio cultural. O termo intercâmbio somente era usado se juntasse ao mesmo tempo: vivência e cultura. O programa que caracterizava isso era o high school (ensino médio no exterior). Este sim era o tal do intercâmbio cultural. Por que? Porque significava relacionamento entre povos diferentes, de culturas diferentes, um entendimento entre as nações envolvidas. Era assim chamado porque estávamos juntando pessoas de culturas diferentes para viver, aprender e crescer umas com as outras. Os demais programas eram considerados apenas curso no exterior, programa de férias, etc.

Os intercâmbios foram se modificando, se profissionalizando, ficaram cada vez mais acessíveis e baratos e sinto que perdeu um pouco do foco principal que é o crescimento de si mesmo e o relacionamento com o outro. Hoje em dia, todo mundo chama qualquer intercâmbio de intercâmbio. Isso quer dizer que se você for estudar,passear, trabalhar ou viver a vida rotineira em outro país, podemos dizer que você está fazendo um intercâmbio.

No entanto, na hora de decidir qual é o melhor intercâmbio para você, deve responder às perguntas abaixo:

1) Qual o seu objetivo com este intercâmbio? Este é a principal questão a ser respondida.

2) Na sua idade, o que tem disponível no mercado, em que tipo de intercâmbio você se “encaixaria”?

3) Quanto está disposto a gastar, quanto de dinheiro você tem?

4) Quanto tempo você tem disponível?

5) Quais são suas expectativas e por quais situações está disposto a passar?

Assim que você conseguir responder essas perguntas, você decide o seu intercâmbio.





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pelos seus comentários e considerações. Entraremos em contato em breve.