terça-feira, 26 de julho de 2016

high school






Nos últimos 25 anos, eu entrevistei pais e estudantes para o intercâmbio de high School.

Vi de tudo: gente ansiosa, gente com medo, gente com frio na barriga, gente sem noção, gente que sabia muito o que queria; mas acima de tudo, vi gente diferente.


Todo candidato a high School é diferente: não é perfeito, mas busca se melhorar e melhorar o que tem a sua volta, é alguém que enxerga lá na frente, é alguém que pensa grande, é alguém desprovido de preconceitos, é alguém que nenhuma fronteira geográfica segura. É alguém que não se conforma com o que tem a sua disposição e quer mais, muito mais.
É alguém que decidiu deixar o seu mundo perfeito, aonde tudo funciona e sair em busca de si mesmo, que busca conhecer melhor suas potencialidades, seus limites, que quer novos amigos, novos desafios, conhecer pessoas, lugares, outras formas de fazer as mesmas coisas, testar valores e que já não cabe neste mundo em que o colocaram. Este é estudante de high School.


High School é o melhor programa de intercâmbio que alguém pode fazer: é na adolescência, na época em que amigos são importantíssimos em nossas vidas, na época em que tudo é tão intenso, na época em que o coração aventureiro não tem nenhum medo de testar o novo, numa fase em que temos que nos preparar para decisões importantes que virão, como universidade a cursar, futura profissão, e por aí afora. 


A "consequência" de um programa de high school vai muito além do aprendizado da língua: um estudante de high School conhece melhor a si mesmo e também vai perceber o quão importante se tornou na comunidade aonde passou o seu programa, vai sentir o quão importante e a diferença que fez na vida daquelas pessoas que nem conhecia. As amizades construídas no high School são para a vida toda. E descobrir o tanto de coisas, a imensidão do que se é capaz de fazer e não sabia...E isso faz um bem danado.


O conselho que hoje eu daria ao meu filho é: 
Faça um high School. 
Aonde?

Aonde você quiser, o importante é ir, sair (daqui). 

E é o conselho que dou a você e seu(sua) filho(a) também.
Você volta diferente de um high School: muito melhor, capaz de viver qualquer situação e se sair muito bem e em qualquer lugar do mundo.

Um viva a coragem desses adolescentes e um muito obrigada ao altruísmo dos pais desses adolescentes que abrem mão de sua companhia para deixar com que sigam seus sonhos e ideais. (Perpétua Devite)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pelos seus comentários e considerações. Entraremos em contato em breve.