terça-feira, 12 de julho de 2016

O SISTEMA DE ENSINO AMERICANO

De uns tempos para cá, muitos estudantes brasileiros têm optado por fazer a universidade nos Estados Unidos.

Os motivos para isso são muitos, mas em especial eu gostaria de citar o que acredito ser o principal, ou seja, a educação americana privilegia a vivência do aprendizado: o aluno é levado a refletir sobre como aquilo que está aprendendo influenciará em sua vida, sua comunidade, seu país e o planeta.

As diferenças entre os sistemas começam no ensino fundamental, mas vão se intensificando ao longo dos anos e a flexibilidade do sistema norte-americano também atinge o ensino superior. Enquanto aqui é preciso decidir qual carreira seguir antes mesmo de ser aprovado no vestibular, lá, os dois primeiros anos da graduação contém disciplinas genéricas e a escolha da especialização só acontece nos dois últimos anos.

O sistema de educação americano oferece uma grande variedade de escolhas para os estudantes internacionais. Há uma tal variedade de escolas, cursos e locais, que as escolhas podem confundir os estudantes, até mesmo os americanos.

Então, vamos começar do começo: a primeira coisa a se fazer é tentar entender o sistema de educação americano. Isto ajuda com as escolhas:


Educação Infantil: Kindergarten:  Ages 5 to 6 years


Ensino Fundamental: Elementary School:  Ages 6/7 years to ages 14/15 years

Maioria das escolas públicas estão divididas em

Ensino Fundamental I – 1º ao 6º ano (Elementary School),

Ensino Fundamental II – 7º e 8º (Middle School).

 

Ensino Médio: High School:  de 9º a 12º. 

9º ano = freshman

10º ano = sophomore

11º ano = junior

12º ano = senior

Maioria dos alunos termina High School com 17 ou 18 anos

 

Graduação ("Undergraduate" ou primeiro nível de graduação)

Normalmente são necessários quatro anos para obter o bacharelado. O aluno pode começar seus estudos para obter o grau de bacharel em um community college ou em uma universidade ou faculdade de quatro anos.

Nos primeiros dois anos de estudos, você geralmente terá que cursar uma variedade de matérias, chamadas de general education ou educacao geral : literatura, ciências, ciências sociais, artes, história, etc. O motivo disso é adquirir um conhecimento, uma base geral sobre uma variedade de assuntos antes de se concentrar em um campo específico de estudos (major).

É preciso escolher a área principal/específica (major) no começo do terceiro ano de estudos, pois a partir do 3º ano, o aluno terá que  fazer um certo número de matérias específicas para atender aos requisitos de formatura do seu curso. Para quem já sabe o que quer, é possível começar a incluir materias dirigidas a seu “major” desde o primeiro semestre. 

Community College

Primeiros anos de educação pós ensino médio.

Muitos estudantes preferem estudar em um community college para fazer os primeiros dois anos das matérias de pré-requisito. Eles obterão o grau de transferência de Associate of Arts (AA), para então poderem se transferir para uma universidade ou faculdade de quatro anos.

Oferecem programas técnicos ou profissionalizantes (ajudante de enfermagem, auto mecânico, artes culinárias, desenho de moda, eletricista, encanador, técnico em computação, etc.)

Destinado a todos e o processo seletivo é feito através de um teste de inglês e matemática.

Os alunos recebem um Associate’s Degree. Normalmente, existem dois tipos de formação: uma que visa a transferência acadêmica, e outra que prepara os estudantes para entrar diretamente no mercado de trabalho. A formação com transferência para universidade costuma ser o "associate of arts", de ciências humanas, e o "associate of science", de ciências exatas e biológicas.

 College (Faculdade)

São 4 anos ou um mínimo de 120 créditos de educação pós ensino médio, a nível de Bacharelado.

Oferecem alguns programas a nível de pós-graduação.

 University

São 4 ou mais anos de educação.

Muitos programas educacionais, grande número de programas de pós-graduação e profissionais. Muitas universidades tambem se dedicam a pesquisa e são designadas como Universidades de pesquisa. Nestas, os professores além de lecionar, fazem pesquisas.

Não existe universidade gratuita aos alunos nos EUA.

1) Universidades Públicas – parcialmente custeadas pelo governo estadual e tem um custo de instrução mais baixo que as universidades particulares.

2) Universidades Particulares -  custeadas somente pelos alunos e doações

 

Pós-graduação (Graduate - segundo nível - em busca de um mestrado)

O curso de pós-graduação geralmente é uma divisão da universidade ou faculdade. Para ser aceito, o aluno precisará fazer o exame GRE (Graduate Record Examination),

A pós-graduação é obrigatória em posições de nível mais alto em Engenharia, Pedagogia, etc.- Alguns cursos de mestrado exigem testes específicos, tais como o LSAT para Direito, o GRE ou GMAT para Administração de Empresas e o MCAT para Medicina.

Os cursos de mestrado costumam levar de um a dois anos para serem feitos. Por exemplo, o MBA (Mestrado em Administração de Empresas) costuma levar dois anos em média. Outros cursos de mestrado, como Jornalismo, levam apenas um ano.

A maior parte do tempo de um curso de mestrado é dedicada a pesquisa; o estudante de pós-graduação deve preparar um longo trabalho de pesquisa denominado "tese de mestrado" ou fazer um "projeto de mestrado".

 

Pós-graduação (terceiro nível - no nível de doutorado)

Muitas escolas de pós-graduação consideram o mestrado como o primeiro passo para a conquista de um PhD (doutorado). Porém, em outras escolas, os estudantes podem preparar-se diretamente para o doutorado sem ter feito um mestrado. O doutorado (PhD) pode levar três anos ou mais. Em muitos casos, tanto para alunos domésticos, como para estudantes internacionais, pode estender-se até cinco ou seis anos.

Durante os primeiros dois anos do curso, a maioria dos candidatos do doutorado se inscrevem em cursos e seminários. Pelo menos um outro ano é passado fazendo pesquisa e escrevendo uma tese ou dissertação, contendo pareceres, projetos ou pesquisas que não tenham sido publicados anteriormente.

A dissertação do doutorado é uma discussão e um resumo do conhecimento acadêmico sobre um determinado tópico. A maioria das universidades americanas com curso de doutorado também exige que os candidatos passem um certo período de tempo como residentes, façam um exame de qualificação que admita oficialmente os candidatos ao curso de PhD, e façam um exame oral sobre o mesmo tópico da dissertação.


 ALGUMAS CARACTERÍSTICAS:

Ano acadêmico:

O ano letivo costuma iniciar em agosto ou setembro e vai até maio ou junho. A maioria dos novos estudantes começa em agosto, mas também pode-se começar a estudar em qualquer dos três termos letivos: agosto, janeiro ou junho. O ano acadêmico em muitas faculdades é composto de dois semestres. (Algumas escolas usam o calendário de três períodos). Algumas escolas incluem o período do verão como sendo mais um “semestre” opcional, mas de forma compactada, ao que chamamos de cursos de verão. É um bom recurso para quem está interessado em encurtar o tempo de permanência na universidade.

 Sistema de notas:

A avaliação do desempenho nos cursos costuma ser feita usando porcentagens que são convertidas em conceitos (letras). Estas letras sao A, B, C, D, e F. Elas se correlacionam com numeros. A=4; B=3; C=2, D=1 e F =0.  Notas vão de 0 a 4 nos USA.

O sistema de avaliação e o GPA dos EUA podem ser confusos, especialmente para os estudantes internacionais, mas podemos resumir em média aritmética ponderada das notas do ensino médio. Na realidade é bem fácil de fazer a conversão. A maioria das universidades boas nos USA requer uma média aritmética de alunos internacionais de 3,0. Isso equivale a 7.5 no Brasil, considerando-se que as notas no Brasil vão de 0 a 10.

 Flexibilidade:

Uma característica típica do sistema de educação superior americano é o fato do aluno poder mudar a sua área principal de concentração muitas vezes, se assim o desejar. É muito comum os estudantes americanos mudarem de curso durante os estudos de graduação. Frequentemente, os estudantes acabam descobrindo um outro campo de estudos mais interessante. Por exemplo, um aluno pode comecar a estudar engenharia e mudar para literatura. Para isto, é só começar a fazer as aulas deste novo major.

 As aulas variam desde dissertações em grandes anfiteatros com centenas de estudantes, a turmas menores e seminários (aulas de debates) com poucos alunos. A atmosfera nas salas de aula das universidades americanas é muito dinâmica. Espera-se que os estudantes expressem suas opiniões, defendam seus pontos de vista, participem de debates nas aulas e façam apresentações. Os estudantes internacionais consideram este um dos aspectos mais surpreendentes do sistema de educação americano.

 Créditos

Cada matéria vale um certo número de créditos ou horas de crédito. Esse número equivale aproximadamente ao número de horas que o estudante passa em sala de aula por semana para uma determinada matéria. Uma matéria costuma valer de três a cinco créditos.

Um curso de tempo integral na maioria das escolas vale de 12 a 15 horas de crédito e é preciso cumprir um determinado número de créditos para se formar. Em geral, um bacharelado requer um mínimo 120 créditos. Se o aluno quer obter mais que um major ou um major e um minor, terá que obter um número bem mais alto de créditos.

O que é um major e um minor? Major é a concentração principal (foco principal) e minor pode ser visto como uma segunda concentração. Nos USA, é possível para um aluno ter mais que um major ou um minor.

 Transferências

Se um aluno se inscrever em uma outra universidade antes de se formar, geralmente a maioria dos créditos acumulados na primeira universidade podem ser usados para a graduação na nova universidade. Depende da qualidade e ranking de ambas universidades, mais ou menos créditos são aprovados na transferência. Isso significa que um estudante pode transferir-se para outra universidade e ainda assim se formar dentro de um período de tempo razoável.

 Requisitos para ingressar nas universidades americanas:

 Requisitos para residentes nos EUA

SAT: Scholastic Aptitude Test

ACT: American College Testing Program

GPA: Grade Point Average

(obs.: a maioria das universidades não requer  SAT e ACT, apenas o GPA)

 

Undergraduate Degrees: Graduação

Associate Degree: Community College

Bachelor of Arts: College or University

Bachelor of Science or University

 

Graduate School: Pós-Graduação

Master of Arts

Master of Science

Doctor of Philosophy (Ph.D.)

 

Professional schools:

Medicine

Dentistry

Veterinary Medicine

Law

 

Requisitos para alunos internacionais

- ter concluído o ensino médio e com boas notas (usado para calcular o GPA);

 - GPA: Grade Point Average

- fazer a tradução juramentada do histórico escolar do ensino fundamental e médio;

- provar a proficiência no idioma através de exames (TOEFL) ou fazer o curso de inglês antes de ingressar**

- preencher um application (questionário do seu perfil)  com seus objetivos, o que é importante, o que busca, conforme documentação fornecida;

- prova de fundos (extrato bancário);



 **

O maior problema do aluno brasileiro é realmente a proficiência do idioma inglês.Pensando nos alunos internacionais, algumas universidades criaram os seus próprios departamentos de línguas, com o objetivo de preparar os alunos, capacitá-los para assistir às aulas acadêmicas.

É o caso da UMKC – University of Missouri – Kansas City – MO (www.umkc.edu ), uma das Universidades mais conceituadas dos Estados Unidos localiza-se no centro da cidade de Kansas City-MO, oferece um curso completo de inglês com aulas ministradas por professores universitários altamente especializados e após o curso oferece também a oportunidade de frequentar a própria Universidade sem necessidade de o aluno ter que fazer o TOEFL.

 A universidade concede várias bolsas aos alunos.

 Possui aproximadamente 17.000 alunos no Campus sendo que 15.600 alunos são nativos americanos e aproximadamente 1.400 alunos são estrangeiros.  Oferece mais de 130 tipos diferentes de cursos de graduação e pós-graduação (https://catalog.umkc.edu/academic-programs/ )

 As vantagens para os estudantes internacionais do curso de inglês vão muito além do aprendizado da língua:

- os estudantes nativos que cursam os outros 135 cursos da universidade convivem com o estudante do curso de inglês, no mesmo campus;

- o estudante do curso de inglês poderá se candidatar e assistir aulas como ouvinte em alguns cursos da universidade. Desta forma, se, por exemplo, está indeciso qual carreira seguir, poderá ter um “aperitivo” de alguns cursos para auxiliar em sua decisão;

- o estudante retorna ao Brasil com um diploma de um curso de inglês de uma universidade americana e isso faz muita diferença;
- o aluno pode cursar a própria universidade e, como ex-aluno do curso de inglês tem vantagens para concorrer a bolsas de estudos. Também, uma vez aluno da universidade, não precisará fazer o TOEFL para ingressar nos cursos universitários;

- Como aluno da universidade, pode utilizar das dependências da UMKC (dormitórios, academia, piscinas oficiais, saunas, bibliotecas, livrarias, restaurantes, lanchonetes, teatros, cinemas, times de basketball, football, voleyball, atletismo, laboratórios de línguas, informática, quadras de esporte, etc.);

- uma carga horária que é muito superior a qualquer outra, com um total de aulas semanais muito acima de outras escolas. Ou seja, passar um semestre letivo estudando inglês na UMKC é como frequentar um curso regular de inglês no Brasil durante 5 anos, em média;

- poderá frequentar o curso adicional: o preparativo para o exame para o TOEFL - para os estudantes que conseguirem nível 3 ou 4 no exame seletivo da UMKC, a universidade não cobrará o curso TOEFL;

 - o estudante embarcará com o visto F-1 (visto para estudante universitário). Este tipo de visto permite que o estudante trabalhe até 4 horas/dia em 5 dias na semana, na própria instituição que lhe concedeu o visto no primeiro ano de visto;


 Ainda é possível fazer programa sanduíche (1 semestre letivo de inglês + 1 semestre letivo de um curso acadêmico na sua área de estudos ou atuação);

Para valores e formas de pagamento, favor entrar em contato com falae@fyi-intercambios.com.br

Esta é uma descrição superficial da complexa realidade do sistema educacional dos Estados Unidos. No site da U.S. Network for Education Information (http://www2.ed.gov/about/offices/list/ous/international/usnei/edlite-index.html  é possível encontrar maiores informações sobre o assunto.

 Outras fontes de pesquisa: arquivos da UMKC – University of Missouri Kansas City – MO; website da Embaixada Americana no Brasilhttps://br.usembassy.gov/pt/ que na parte de educação e cultura abre o portal https://educationusa.state.gov/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pelos seus comentários e considerações. Entraremos em contato em breve.