domingo, 6 de novembro de 2016

COMO USAR O SEU CELULAR NO EXTERIOR


Quem tem a minha faixa de idade sabe como era a vida sem internet, como era sem celular e sem outras tantas inovações e tecnologias. Também sabe que se corresponder com alguém era bem demorado.
Lembro de intercambiários que gravavam fita k-7 e colocavam no correio e demorava algo em torno de 1 mês para que a postagem com a  fita k-7 chegasse para os pais aqui no Brasil. E o fax e o telex tinham uma enorme utilidade... eles eram o meio mais rápido. Ligação por telefone, chamada internacional custava muito cara.

Talvez para o meu filho, eu tenha que apresentar o que chamávamos de fita k-7, máquina de datilografia, o rádio, o que era um telex... acredito que fax ele conheça. Rsrs.
E com que velocidade tudo isso mudou... e tem muito mais por vir ainda.
Começamos a deixar de lado ... aparelho de som, telefone fixo, e daqui a pouco a televisão se tornará algo do passado.
E a gente foi colocando num pedacinho de tecnologia que chamamos de celular, tudo a nosso respeito. Para quase tudo tem um aplicativo.  E por mais que as organizações de intercâmbio estrangeiras se queixam do mau uso, do uso exagerado, a verdade é que não conseguimos mais ficar longe do celular em um dia comum, imagina durante uma aventura incrível no exterior, um intercâmbio. É ligação, mensagem, fotos, mapas, tudo está naquele pedacinho de tecnologia que não vivemos mais sem.
Mas e aí então você embarcou com o seu aparelho de celular. E precisa atentar para algumas coisas, senão você vai gastar mais com a conta de celular do que com a viagem em si.
Algumas recomendações/opções que podem te ajudar:

Roaming
Antes de deixar o Brasil, ligue na sua operadora para saber sobre os planos de roaming internacional, assim você poderá ter uma ideia de quanto irá gastar com internet e ligações.
Isto te ajudará a decidir pelo chip/plano daqui ou do exterior. Mas não é barato. E se quer um conselho, não use o seu plano do Brasil no exterior, desative 3G/4G do seu plano do Brasil. Você vai ter uma conta de telefone gigantesca se usar ou esquecer ligado. Compre um chip no destino. É barato e fácil de achar. Você pode até adquirir no aeroporto no desembarque.
Chip Local
Chegar em outro país e comprar um chip local é uma das melhores opções para quem precisa estar conectado. Além da facilidade de compra, já que planos pré-pagos de internet são fáceis de serem adquiridos, basta comprar e trocar o seu chip pelo novo. Quando voltar para o Brasil, basta fazer a troca pelo seu chip original.
Além de acessar a internet, com esse chip você poderá fazer ligações durante a viagem.
Um site chamado Pre Paid GSM oferece uma lista de operadoras de vários países no mundo. Lembrando que, para esta opção, você deverá ter um smartphone desbloqueado.

Chip Global
Empresas como World Sim, Telestial e One Sim Card oferecem chips chamados SIM Cards internacionais, que permitem que você já saia do Brasil com o chip em funcionamento. Como já diz o nome, o chip funciona em diversos países, através da rede GSM.
O valor do custo das ligações e pacotes de internet dependerá do país para onde você viajará, mas é possível saber o valor estimado entrando nos sites das empresas citadas. Não esqueça que, para esta opção, você também deverá ter um smartphone desbloqueado.

Wi-Fi gratuito
E onde tiver um wi-fi gratuito, quanta gente ali.  Viramos caçadores de wi-fi gratuito.
Esse é, com certeza, um dos mais procurados pelos viajantes. Afinal, quem nunca fez uma viagem e ficou com o Wi-Fi ligado procurando rede?
A maioria dos hotéis oferece internet sem fio e, mesmo quando você sai para passear pela cidade, também poderá encontrar o serviço disponível nos transportes públicos, em alguns restaurantes, lojas e parques.
Muitas famílias hospedeiras dão a senha do wi-fi da casa pra você.
Em muitos lugares públicos, há placas de “Wi-Fi Zone”. Isso significa que é só entrar na rede, seguir os passos para se cadastrar e aproveitar o benefício.


Wi-Fi pago

Ao comprar um chip local, veja se a operadora dispõe de hotspots espalhados pela cidade. Neste modelo, você poderá usar o wi-fi em seu smartphone e também em outros gadgets, como iPad e notebook.
Normalmente, os valores desta opção são bem em conta e pode ser uma boa pedida para os que não podem ficar desconectados.
Além do chip/operadora, há por todo o mundo redes pagas, onde você faz o seu cadastro e paga um plano via cartão de crédito, como a Boingo, uma empresa que possui mais de 700 mil hotspots no mundo e possui planos baratinhos. Na Boingo, você poderá optar por vouchers ou planos pré-pago, diário, semanal, mensal e até anual, para um ou mais smartphones e outros gadgets.
Cuidado com o 3G ativado! Já que utilizar redes Wi-Fi é a melhor opção para a maioria dos viajantes, o indicado é que você desative o pacote de dados do seu smartphone. Caso contrário, seu 3G poderá consumir a sua cota de internet sem que você note.
 Aplicativos off-line
Em algum momento você poderá ficar sem conexão, portanto, sugerimos que você baixe aplicativos no seu smartphone que possam ser usados quando você estiver sem internet. Mapas, guias locais e outros que possam ser usados sem que haja uma conexão.

Países onde nada disso funciona: Alguns países não são tão amigáveis com a internet livre e podem prender pessoas que por algum motivo desobedecerem as leis virtuais previstas em seu território. Nesses países, você terá difícil acesso a redes sociais, e-mails e quaisquer outras informações online. São eles: Coréia do Norte, Cuba, Irã, China, Arábia Saudita, Vietnã, Bielorrússia, Síria, Turcomenistão, Bahrein.

Tenho notado que os adolescentes nem e-mail mais leem... apenas usam os e-mails para recuperar as senhas que porventura esqueceram. A comunicação toda é feita por mensagens e aplicativos.
Mas o apelo aqui é para que façam uso do seu celular de forma consciente e de forma a acrescentar em sua experiência. Cuidado com o fácil acesso a tudo e a todos aqui no Brasil. Quanto mais você “falar com Brasil”, mais demorada será sua adaptação ao país de destino. E o aprendizado da língua vai atrasar bastante.
Eu te garanto que os meninos e meninas que gravavam fita K-7, que não perderam tempo teclando, aproveitaram muito mais o intercâmbio.
Intercâmbio passa rápido demais e depois você vai se arrepender de quanto tempo perdeu com coisas bobas quando poderia ter aproveitado mais e melhor.
Então, faça amigos de carne e osso aí no intercâmbio. Use o teu celular a seu favor e não contra você. Combinado?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pelos seus comentários e considerações. Entraremos em contato em breve.