providências quando da volta do intercâmbio acadêmico


Carta aos intercambiários da FYI que terminam o programa de high school.



Aproxima-se a hora do seu retorno e antes disso acontecer é necessário tomar algumas providências, entre elas:
1) Autenticar as notas escolares;
2) Confirmar o seu voo de volta;


A AUTENTICAÇÃO DAS SUAS NOTAS É DE SUA RESPONSABILIDADE. 
Verifique com a sua escola “NOW” para saber quando você receberá suas notas finais.
Ao receber o documento (report card) que a escola lhe entregará você deverá atentar e checar se nele consta:
• o nome das matérias que você cursou;
• o número de aulas;
• o número de faltas;
• a série que você estava matriculado (a);
• a data de início e término de seus estudos;
• as notas;
• e o sistema de avaliação.
O documento deve ser em papel timbrado da escola, com assinatura de um responsável.

ATENÇÃO: Caso você tenha praticado algum esporte ou feito atividades extras e esse esporte/atividade não constar do boletim escolar (high school transcript/report), peça à sua escola para fornecer uma declaração em papel timbrado da escola dizendo que você praticava tal esporte. Essa declaração deve ser enviada junto com os boletins para a autenticação. O documento deve ser feito em papel timbrado da escola e ter a assinatura da pessoa autorizada para tal ou ter o carimbo da escola e a assinatura.  Vale a mesma regra/orientação caso tenha feito musculação ou dança ou similares na academia da cidade. Peça a escola para incluir nos papéis para revalidação.

Tire uma cópia de todos os documentos e mantenha com você.


O seu documento escolar estrangeiro somente tem validade no Brasil se e somente se for autenticado no exterior, no país de origem deste documento, no país onde o documento foi emitido.
Portanto, tal procedimento deve ser feito por você ainda antes de deixar o país do intercâmbio por ocasião do final do intercâmbio.


Cada país adota um procedimento para autenticar um documento estrangeiro:
- alguns países adotam o código da apostila (simplificando, é uma espécie de apostila que dita as regras para documentos emitidos no exterior).  Esse documento em formato de uma apostila é chamado de Apostille e é um conjunto de regras para tudo o que acontece no exterior  que gera documentos e isso vai desde compra de imóveis  até contratos, processos e legalização de documentos originados no exterior. A Apostila é definida como um certificado emitido nos termos da Convenção da Apostila que autentica a origem de um documento público.

Neste link tem todo o conteúdo da apostila https://www.hcch.net/pt/instruments/conventions).

Para saber se o seu país de intercâmbio adota este procedimento, consulte a lista de países membros neste link: https://www.hcch.net/pt/states/hcch-members.

Cada país, que aderiu à apostila, incumbiu um órgão no país como responsável por esta autenticação. Nos EUA, por exemplo, são “secretarias”. Em alguns países da Europa, o procedimento é feito por prefeituras, cartórios ou representações públicas. Se o seu país de intercâmbio estiver nesta lista, é o procedimento da APOSTILA que tem que ser seguido;

- alguns países adotam procedimentos consulares. Neste link http://www.itamaraty.gov.br/pt-BR/relacoes-bilaterais é possível acessar uma lista de países e endereços dos consulados brasileiros em cada país. Se o seu país de intercâmbio não estiver na lista do APOSTILA, então, quem faz o procedimento é um consulado brasileiro ou um órgão designado pelo consulado.




ESTADOS UNIDOS: Autenticação das notas escolares para quem está nos EUA:
 -os estudantes deverão encaminhar os documentos escolares para uma secretaria;
- estas secretarias farão o “apostilamento” do documento escolar. 
- a maneira mais rápida de resolver isso é pessoalmente. Mas é possível fazer utilizando o correio também.


Segue um passo a passo do que deve fazer:
1-     Solicite o boletim escolar (report card) à sua escola + as declarações das atividades extras (se for o caso);
2-     Questione junto a sua escola sobre a pessoa que assinou o transcript:  qual Notary Public pode notarizar (reconhecer) a assinatura. Já existem Notary Public que fazem isto eletronicamente;
3-     Assim que receber o report card da escola, antes de enviar o documento para a Secretaria, entre em contato com a secretaria para confirmar se será necessário Notarizar o transcript. Notarizar um documento é semelhante a reconhecer firma, e isso nos Estados Unidos é feito em um “Notary Public”.  Após passar pelo notary public, tire uma cópia do documento, assim terá sempre uma cópia extra e atualizada com você.
4-     Enviar o documento original para a Secretaria de Estado da região que você estuda, para que seja adicionado ao documento um apostile que certificará que o seu documento é autêntico e tenha validade aqui no Brasil.
5-     Você deve entrar neste link https://www.nass.org/ e mais abaixo na página aparece assim “Find your Secretary of State”. Selecione o estado em que está. E aí abrirá um outro link com informações da Secretaria de Estado a qual você pertence.  Cada Secretaria de Estado adota um procedimento para a revalidação das suas notas, dessa forma, antes de encaminhar seu transcript/documento para a Secretaria de Estado, acesso o website correspondente a sua jurisdição e pegue as informações atualizadas de como proceder. As pessoas que trabalham nessas secretarias tem sido bem prestativas com os alunos e ajudado com todas as dúvidas, tanto ao telefone quanto por e-mail. Portanto, seja gentil e peça ajuda e eles o ajudarão;

Também, como uma informação adicional, nesses links tem detalhes sobre cada secretaria: https://www.hcch.net/en/states/authorities/details3/?aid=353 e  https://www.nass.org/membership 

6-     As secretarias cobram taxas para fazer o apostilamento e talvez a parte que mais cause dúvidas é a parte de pagamentos das taxas. E acredito que o seu correio local possa ajudar com isso. Os correios vendem uma espécie de vale postal (Money order). O correio irá perguntar em nome de quem coloca a “Money Order” e esta informação também tem no link da secretaria do seu estado. Lembrando que o custo é por documento. Coloque o valor correspondente ao tanto de documentos que está endereçando à Secretaria.

7-     Se decidiu pelo uso do correio,  aí vem a parte de enviar o documento para o apostile.  No correio, peça:
·       um envelope grande, tipo priority package ou algo assim, para entrega rápida;
·       um envelope menor também tipo priority package para retorno rápido;
·       pague as postagens para os dois envelopes;
·       enderece o envelope grande para Secretaria de Estado com o endereço completo do escritório;
·       dentro do envelope grande, endereçado a Secretaria de Estado, você deve enviar o outro envelope selado e endereçado a você, os documentos escolares, a money order ou o comprovante de depósito; escreva uma carta/bilhete dizendo que que solicita a autenticação (Apostille) do (s) documento(s) escolar(es) e que deve (m) ser devolvido (s) usando o envelope menor que está selado e endereçado a você.

Você também pode checar se a Secretaria apenas devolve documentos nos EUA ou se envia para outros países. O documento deve esr devolvido a você enquanto ainda estiver nos EUA. Se chegar o dia do seu retorno e o documento ainda não chegou, verifique com sua coordenadora o que pode ser feito. Provavelmente lhe será cobrado a despesa de US$ 150 para correspondências e despesas. Se a Secretaria somente enviar dentro dos EUA, e se você tem alguém de confiança nos EUA, peça a pessoa de confiança que receba este documento e envie a você no Brasil por correio expresso e deixe dinheiro para isso. Se a Secretaria aceitar enviar ao Brasil, coloque o seu endereço do Brasil e pague postagem internacional adequada.

Se a Secretaria for próximo a você, verifique se é possível ser atendido pessoalmente, sem precisar usar os correios.


CANADÁ: Autenticação das notas escolares para quem está no Canadá:
Você deve enviar este documento para o Consulado Brasileiro para selar e autenticar pois, SÓ ASSIM ESSE DOCUMENTO TERÁ VALIDADE NO BRASIL. 
Você poderá seguir um dos três caminhos:

a) ir pessoalmente ao consulado, levar os documentos e pedir a autenticação. Mas ligue antes e cheque se isso é possível, pois alguns consulados brasileiros não fazem se você for pessoalmente;

B) Pedir para sua escola canadense fazer o processo: você pode checar com sua escola se pode fazer isso por você. A maioria das escolas canadenses está acostumada a fazer isso para os alunos, por conta da demora do consulado brasileiro. Algumas escolas não cobram taxas para fazer isso e outras cobram taxas que variam de CAD$ 100 a CAD$ 200. (Obs.: Este é o caminho que recomendamos pois qualquer dia adicional seu no Canadá terá custo de hospedagem e se precisar mudar a passagem aérea poderá ter multa e nem sempre é permitido ficar além da data limite.) ou;

c) você mesmo faz o procedimento seguindo o passo a passo abaixo.

Você precisará:
1-     Solicitar o boletim escolar (report card) + as declarações (se necessárias) à sua escola.  
2-     Antes de enviar o documento para o Consulado, entre em contato para confirmar se será necessário Notarizar o transcript. Notarizar um documento é semelhante a reconhecer firma, e isso no Canadá é feito em um “Notary Public”. Então, será necessário que você questione a pessoa que assinou o transcript, qual Notary Public pode notarizar (reconhecer) a assinatura.  O Consulado Brasileiro disponibiliza uma lista dos “Notary Public” que são aceitos pelo consulado.
3-     Após passar pelo notary public, tire uma cópia do documento, assim terá sempre uma cópia extra com você. 
4-     Enviar o documento original para o Consulado da região em que você estuda, para que seja adicionado um selo/carimbo que certificará que o seu documento é autêntico e tenha validade no Brasil. 
5-     Cada consulado adota um procedimento para a revalidação das notas, desta forma, antes de encaminhar as suas notas para o consulado acesse o site correspondente a sua jurisdição e pegue as informações atualizadas de como proceder. Caso tenha alguma dúvida entre em contato conosco.
6-     A competência dos Consulados para a revalidação das notas é dividida por jurisdições. As jurisdições e os endereços estão neste link: http://www.itamaraty.gov.br/index.php?option=com_content&view=article&id=4911&Itemid=478&cod_pais=CAN&tipo=ficha_pais&lang=pt-BR . clique em “Representações brasileiras” para saber a qual jurisdição você pertence



Daremos abaixo um exemplo de como encaminhar a sua documentação para o Consulado.
1-     Vá ao correio e peça:
• um envelope grande 
• um envelope menor.  A legalização de documentos escolares pode ser feita por via postal. No processamento via postal é necessário enviar envelope pré-pago e endereçado do Canada Post (registered mail, xpresspost ou priority courier) para devolução do documento. O consulado só aceita envelopes do Canada Post. O Consulado não se responsabiliza por perda, extravio, furto ou atraso de correspondência.
• uma money order de CAD$ 7,50 nominal a “Consulate General of Brazil” (vai custar CAD$ 7,50 por documento a ser autenticado). NÃO MANDE DINHEIRO. Essa taxa pode mudar, sempre consulte antes.
2-   Coloque os selos ou pague a postagem para cada um dos envelopes.
3-     Enderece o envelope maior para “Consulate General of Brazil”, com o endereço completo do seu Consulado.
4-     Você deve enviar um outro envelope selado e endereçado a você (um envelope menor, de papel-cartão) para que eles possam lhe devolver o documento da escola autenticado. SEM ISSO VOCÊ NÃO RECEBERÁ DE VOLTA A SUA DOCUMENTAÇÃO. Lembre-se: você deve colocar o endereço da sua família hospedeira. A maioria dos Consulados não envia a documentação para o Brasil. Assim sendo, o documento deve ser devolvido a você quando ainda estiver no Canadá. OBS.: Se o envelope não estiver corretamente endereçado ao remetente, o Consulado não o enviará de volta. Consequentemente você terá problemas ao voltar para o Brasil.

5-     Finalmente coloque todos os itens abaixo dentro do envelope maior endereçado ao Consulado:
• a money order;
• o “Report card” ou “cards” se for semestral;
• o “cardboard” endereçado a você.
• escreva uma carta dizendo que solicita a autenticação do (s) documento (s) escolar (es) e que deve (m) ser devolvido (s) usando o envelope anexo (cardboard) que  já está  selado e endereçado a você.

Caso necessite de orientações adicionais, entre em contato com o Consulado Brasileiro ou solicite assistência e teremos o máximo prazer em ajudar.  O prazo para devolução do documento varia de consulado para consulado e pode levar de 5 à 20 dias úteis a partir da data do recebimento pelo Consulado.
Não se acanhe com a aparente frieza ou praticidade dos consulados.




REINO UNIDO: Autenticação das notas escolares para quem está na Inglaterra (UK):
Segue um passo a passo do que deve fazer:
1-     Solicitar o boletim escolar (report card) + declarações (se for o caso) à sua escola.
2-     Antes de enviar o documento para apostilamento, entre em contato com o escritório local para confirmar se será necessário Notarizar o transcript. É semelhante a reconhecer firma, e isso nos feito em um “Notary Public”. Então, será necessário que você questione a pessoa que assinou o transcript, qual Notary Public pode notarizar (reconhecer) a assinatura.
3-     Após passar pelo notary public, tire uma cópia do documento, assim terá sempre uma cópia extra com você.
4-     Entrar no link a seguir: https://www.gov.uk/get-document-legalised   e seguir o passo a passo do pagamento do apostilamento. Provavelmente será solicitado que encaminhe os documentos originais por correio para determinado endereço dependendo de sua região no Reino Unido. Deverá seguir a orientação do link para endereçamento do documento
5-     O ideal é que você peça para que esse documento seja enviado a seu endereço no Brasil, pois o custo do correio internacional não é tão alto e provavelmente você já estará no Brasil quando esse documento ficar pronto.

Qualquer dúvida que você tenha em seguir as instruções acima, por favor, entre em contato com a FYI Intercâmbios.


BÉLGICA: Autenticação das notas escolares para quem está na Bélgica:
Na Bélgica, cada tipo de documento público tem uma regra para legalização.
https://diplomatie.belgium.be/en/services/legalisation_of_documents/e_apostille_e_legalisation
E tem algumas formas de se fazer isso: no papel ou eletronicamente. Em se tratando de trazer um documento para o Brasil, é melhor que seja um papel.

Então, o primeiro passo é entrar neste link e descobrir como proceder na sua situação, ou seja, um estudante secundário de escola púlbica.
O segundo link a entrar é este:
http://diplomatie.belgium.be/en/services/legalisation_of_documents/search_criteria
Depois de preencher os espaços, então você descobrirá quem faz a legalização do seu documento escolar na Bélgica e aí varia de região para região da Bélgica. Segue este link:
https://diplomatie.belgium.be/en/services/travel_to_belgium/studying_in_belgium


A partir daí é seguir o passo a passo. Um link te remeterá a outro, explicando sobre taxas e regras.

A Bélgica é um país bem pequeno, com distâncias curtas e se tiver possibilidade/facilidade, dê preferência para fazer pessoalmente, comparecendo ao endereço a que você “pertence”. Até 4 páginas, fica pronto no mesmo dia.


PROCEDIMENTOS QUANDO CHEGAR NO BRASIL:
Para que os seus estudos no exterior tenham validade no Brasil, logo após o seu retorno, você deve entregar o seu boletim:
- na sua escola se ainda não tiver terminado o ensino médio e deve voltar a estudar normalmente;
- ou na Diretoria de Ensino, se já voltar com o ensino médio concluído. Deverá entregar o documento do exterior junto com os históricos escolares referentes ao período estudado no Brasil na Diretoria de Ensino (consulte sua antiga escola para saber qual a Diretoria de Ensino mais próxima de sua casa). 
Algumas escolas e Diretoria de Ensino exigem a tradução juramentada do seu boletim. Você pode procurar no site do Sindicato dos Tradutores (www.sintra.org.br) por tradutores específicos na língua do seu país hospedeiro ou em instituições de ensino da língua reconhecidos internacionalmente tais como Instituto Cervantes, Aliança Francesa, Instituto Goethe.  OBS: Lembre-se que o estudante não pode demorar mais de um mês para se apresentar o documento na sua escola. Caso isto aconteça, o estudante conseguir não validar o estudo.

Passagem aérea: sua viagem de volta
Todos os estudantes embarcaram com uma passagem aérea com data de retorno marcada, alguns para a data correta e outros para a última data disponível no sistema da Cia Aérea conforme informado aos pais no momento da emissão. A passagem de estudante possui um custo menor e um número reduzido de assentos por vôo. Nós já alertamos sobre isso em janeiro e fevereiro.  Se ainda não fez, as providências abaixo devem ser tomadas assim que receber este e-mail:

Para os estudantes que embarcaram com a data correta da volta marcada na passagem aérea, vocês precisam somente ligar na Cia Aérea antes do seu retorno para confirmar se não houve nenhuma alteração de data ou horário por parte da própria Cia Aérea.


Para os estudantes que embarcaram com a última data do sistema e que, portanto PRECISAM alterar a data da passagem, recomendamos o seguinte:
Verifique na sua escola a data do término das suas aulas. Após o término das aulas você somente precisará de mais uma semana  para que possa assim revalidar as suas notas;
Já sabendo a data correta do retorno, com a passagem aérea em mãos, entre no site da companhia aérea, veja o número do telefone, ligue na Cia Aérea e diga que precisa alterar a data do seu retorno. A atendente te dará as opções. Escolha a data correta. Ela te passará um número de protocolo e os novos dados do seu vôo e pedirá um endereço de e-mail para encaminhar o seu novo bilhete aéreo. Se precisar pagar alguma taxa, poderá fornecer o número do seu cartão.
Algumas companhias aéreas disponibilizam alguns serviços pelo site
Obs.: existe uma diferença de custo para alterações de passagens aéreas se feitas no Brasil e se feitas no exterior. Feitas no exterior e diretamente pelo passageiro, sempre saem mais em conta.



No dia do seu retorno
Tenha com você o seu passaporte e a passagem aérea. Consulte o site da companhia aérea sobre a sua franquia de bagagem permitida.
Guarde a cópia da passagem para o caso de querer fazer compras no Duty Free.
O limite da Alfândega é de US$ 500,00 (para produtos comprados no exterior) e + US$ 500,00 de compras feitas no Duty Free. Atenção - Os dois totais não se somam, ou seja, não pode comprar U$ 1.000,00 no exterior ou no Duty Free.



SEJA BEM-VINDO SEMPRE!
E que faça uma despedida que valha a pena: agradeça às pessoas aí que tornaram sua experiência possível; assim como os seus pais aqui no Brasil. Os seus pais demonstraram muito amor quando contribuíram para que tudo isso acontecesse.

Esperamos que a amizade entre você e sua família hospedeira seja duradoura e que vocês nunca esqueçam de se visitar.

Parabéns:  você superou obstáculos, conquistou seu espaço, fez amigos para uma vida inteira e agora voltará para casa com uma outra visão do mundo!

Muito obrigada pela confiança em nós depositada! Isso muito nos honra e nos enche de orgulho.

Colocamo-nos a disposição para esclarecimentos adicionais que se fizerem necessários, através dos meios comumente usados durante o seu intercâmbio.



Um abraço

Pê.
Perpétua Devite
Director Academic Programs - FYi intercâmbios





Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ensino médio feito no exterior é válido no Brasil

Curso de inglês em universidade nos EUA