_ Pê, lembra de mim?

Hoje, entrei no restaurante para almoçar e alguém linda e grávida se levanta na minha frente e diz:

"_ Pê, lembra de mim?"

Eu demorei um pouquinho (deve ser a idade rsrs) mas era a Juliana Crespo. A minha apaixonante Juliana Crespo.

Eita intercâmbio que teve história.
Antes do embarque, a 20 anos atrás, depois de 2 famílias canceladas, eu disse que tinha uma família hospedeira pra você no nordeste dos EUA, na beira dos lagos e que chegava a -30 graus e numa cidade minúscula. E você me disse:
"_eu somente quero uma família que goste de mim do jeito que eu sou, seja onde for, do jeito que for."

E voltou de Campos do Jordão para embarque.
Lembro de umas coisas engraçadas... por exemplo, você me dizendo que achou 76 latas de massa de tomate na dispensa da família e que precisou ensinar sua mãe hospedeira a fazer lista de supermercado antes de sair de casa para as compras.
Lembro que entrou para um clube de viagens na escola e lembro do tanto que acrescentou na vida da sua família hospedeira, principalmente na vida da sua irmã hospedeira: quanta mudança boa você causou por lá. E o tanto que aquela família hospedeira sentiu-se agradecida a você.

Fui na sua festa quando da sua chegada na volta ao Brasil e quando o Daniel, seu irmão, disse que ia pra high school e pra mesma família  que você tinha ido, escutei você dizer o seguinte:

"_ nada disso, esta família é minha e você que arrume a sua própria família hospedeira. Eu tenho ciúmes sim e daí"

Muito obrigada. Voce não faz idéia de quanta coisa aprendi com aquela menina de 15-16 anos. E que bom ver esse mesmo sorriso hoje.

Que seja muito feliz todos os dias a vida toda. E tomara que eu te encontre muitas outras vezes - porque hoje valeu o dia!
Boa sorte na vida pra você.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ensino médio feito no exterior é válido no Brasil

Curso de inglês em universidade nos EUA

Não, não vá embora...vou morrer de saudade...