Comemorando o Natal pelo mundo




 Quando pensamos em Natal automaticamente nos vem à cabeça a imagem do Papai Noel, arvores enfeitadas, luzes, ceia, panetone, presentes, família e amigos, a velha piada do “pavê ou pacumê” ... Quem nunca, não é mesmo?
 Esse feriado de origem cristã, muito importante para nós brasileiros, é comemorado praticamente no mundo todo. Por isso não se espante ao se deparar com diferentes maneiras de comemorá-lo, o Natal faz parte não apenas da religiosidade, mas também da cultura de cada lugar.
 Para ajudar nossos intercambistas que passarão essa data em solos estrangeiros a entrarem no clima, preparamos esse post com tradições natalinas de alguns dos nossos destinos de intercâmbio:

Reino Unido

Decorações de Natal britânicas

 Por lá é tradição que as crianças deixem biscoitos e um copo de leite para o Papai Noel, ou St. Nicholas como eles chamam o bom velhinho, além de cenouras para suas renas na noite do dia 24 de dezembro.
 A celebração e a troca de presentes acontece no dia 25, com um almoço e nele há o tradicional peru recheado, molho de Cranberry, além de outros pratos famosos como o Christmas Pudding, um tipo de bolo feito de nozes, conhaque e frutas secas.
 Tradição absoluta são os Christmas Crackers, uma espécie de tubo, cheios de papel colorido picado, pequenas guloseimas e presentes, que são colocados sobre as mesas do jantar de Natal e “estourados” para a alegria das crianças. A tradição diz que as pessoas devem cruzar os braços, como se fossem abraçar a si mesmas, segurando em uma ponta do cracker enquanto a pessoa que está ao seu lado na mesa segura a outra ponta, formando assim uma corrente. Todos devem puxar as pontas juntos para ver de que lado fica o presentinho e a tão cobiçada coroa feita de papel.
 E por falar em coroa, todos os anos desde que foi coroada, às 15h do dia 25 de dezembro a rainha Elizabeth II transmite para a população do Reino Unido - e dos demais Estados membros da Commonwealth) a sua mensagem de Natal. As famílias se reúnem para ouvir o discurso chamado oficialmente de “O mais gracioso discurso de Sua Majestade” e nele a rainha faz uma reflexão sobre o ano que passou, sobre suas conquistas e claro; sobre o natal.
 No dia 26 de dezembro ou no próximo dia útil seguinte ao Natal é o chamado Boxing Day, que também acontece em outros países como Austrália, Nova Zelândia e Canadá.


Austrália e Nova Zelândia

Papai noel adaptado ao Natal australiano

 O Natal na Austrália e na Nova Zelândia possui uma característica em comum com o do Brasil: o calor. Sim, a terra dos cangurus e a dos Kiwis se encontram no hemisfério sul, logo, para eles também é verão!
 Por lá a tradição natalina foi adaptada ao clima e é comum que as comemorações aconteçam pelas áreas de lazer, como os jardins das casas, praias e parques.
 Embora o menu seja semelhante ao menu do natal britânico, ambos países da Oceania contam com o toque especial da influência de seus povos nativos.
 A sobremesa típica de Natal na Nova Zelândia e na Austrália é o pavlova: uma base feita de uma crosta de merengue coberto com chantilly e frutas frescas, como kiwis, morangos, romãs, etc.
 O dia 26 de dezembro ainda é feriado e, assim como no Reino Unido, é chamado de Boxing Day.


Estados Unidos e Canadá

Os Sweaters são muitos comuns nos EUA e no CAN

 Talvez o Natal do continente norte-americano seja um dos mais conhecidos por nós e muito provavelmente pela grande quantidade de filmes e séries produzidos por lá. Estão sempre presentes grandes árvores de natal muito bem decoradas, presentes colocados em meias natalinas, uma farta ceia de natal, lareira para aquecer o frio do hemisfério norte, bonecos de neve, muitas luzes, e tudo o que há de mais icônico!
 A noite do dia 24 é cheia de expectativa para as crianças que vão para a cama certos da visita do Papai Noel, mas a comemoração acontece apenas no dia seguinte. Na manhã do dia 25 as crianças abrem seus presentes ainda vestidos de pijamas, enquanto outros membros da família que vivem mais distante vão chegando para o almoço.
 No cardápio de Natal dos norte-americanos não pode faltar o super tradicional peru, tender e torta de maçã.
 Enquanto nos Estados Unidos o Eggnog (uma bebida feita de leite, ovos, açúcar e especiarias) é muito popular, no Canadá a tradição é montar uma casinha de bolacha de gengibre é, uma delícia!
 Em ambos países é muito comum vermos nas lojas blusas de frio com estampas super coloridas temáticas. Todo mundo tem o seu para as competições Ugly Sweater. Não importa se é nas comemorações de natal em família ou até mesmo na “festa da firma”: todo mundo quer ser o dono do sweater mais brega.
 Ok, talvez isso seja um pouco ridículo, mas nós achamos fofo!


Portugal

Presépio de Natal, comum nas residências portuguesas

 Em Portugal Papai Noel é chamado de Pai Natal, mas confraternizações na terrinha possuem sim algumas semelhanças com as nossas e começam na véspera natalina com um grande jantar.
 Tradição indispensável para as famílias católicas, a Missa do Galo é celebrada à meia-noite e nas igrejas, assim como nas casas, há um lugar especial para o presépio. Em algumas regiões ainda se segue a tradição de fazer numa grande fogueira no adro da Igreja, é ali o ponto de encontro de amigos e vizinhos para se desejarem um Feliz Natal.
 No almoço do dia 25 o cordeiro ao forno é muito tradicional, e para a sobremesa tem aletria doce, rabanadas e muitas outras delícias além, é claro, do famoso Bolo Rei que tem formato redondo, com um furo no meio e faz menção aos 3 reis magos. Sua massa é branca, densa e leva frutas secas, frutas cristalizadas e açúcar de confeiteiro polvilhado em cima.


 Cada lugar do mundo tem uma maneira particular de celebrar, mas se há algo universal sobre o Natal é a sua magia.

A FYI Intercâmbios deseja um Feliz Natal a todos, onde quer que vocês estejam!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ensino médio feito no exterior é válido no Brasil

Curso de inglês em universidade nos EUA