Escócia


 




A Escócia tem personalidade própria. E por isso sou apaixonada por este país de povo simpático e divertido.
Situada ao norte da Grã- Bretanha, dentro do Reino Unido, este país esconde mistérios e lendas que o visitante deve descobrir para conquistar e ser conquistado por esta terra.
A fauna e a flora deste país são um verdadeiro tesouro, com paisagens espetaculares e de tirar o fôlego.
Além de lendas como a do monstro do Lago Ness, a Escócia também oferece educação de qualidade reconhecida, museus e coleções de arte e oportunidades numa das maiores concentrações de indústrias eletrônicas da Europa Ocidental 
A Escócia tem uma economia forte e em crescimento e ganhou recentemente o titulo da "Região do futuro do UK e da Europa".
As cidades parecem ter um ambiente mágico que as fazem únicas habitadas pelos escoceses, (pessoas maravilhosas, valentes e sérias, com saias quadriculadas, bem dispostas) e tudo isso com o profundo e peculiar som das gaitas.
Se você é apaixonado por golfe, este é o seu país de intercâmbio: a Escócia possui mais de 540 campos de golfe, a escolher, usados também para os famosos.
A língua oficial é o inglês 


Edimburgo é a capital histórica da Escócia e possui uma mistura fascinante de ruas antigas calçadas com pedras e de cultura moderna. Glasgow é um centro cosmopolita vibrante com cafés, arte, museus e lojas. Dundee é a cidade das Descobertas. E a bonita Perth é construída nas margens do rio Tay.

E acrescenta-se a tudo isso, as Highlands,o lado romântico do país com lagos, castelos, montanhas num cenário maravilhoso e realmente imperdível.




A Escola


A Escócia tem sempre algo a oferecer qualquer que seja a necessidade e o orçamento.

Os cursos de língua inglesa são oferecidos por uma grande variedade de provedores credenciados, desde universidades até escolas particulares de línguas. Existe uma ampla escolha de programas para adultos e jovens, para estudantes de nível secundário ou universitário, para profissionais, viajantes e turistas. As escolas e departamentos variam em tamanho, e alguns possuem uma grande variedade de cursos sob medida para certas faixas de idade, tipos de ensino ou áreas especializadas de inglês.

O ano escolar britânico é bastante diferente dos outros países. As aulas começam em Setembro e vão até Junho do ano seguinte e, ao invés de semestres, o ano é dividido em termos.
O primeiro termo vai de Setembro a Dezembro, o segundo termo vai de Janeiro a Março e o terceiro de Abril a Junho/Julho.
Algumas escolas aceitam que o estudante intercambiário faça somente metade do último termo, de Abril a final de Maio, pois o restante são somente exames de avaliação nacional, os quais o estudante intercambiário não precisa prestar. Sendo assim, para o estudante brasileiro, as opções de programa são:

› Embarque em Setembro por 1 semestres = 1 termo, de Setembro a Dezembro
› Embarque em Setembro por 2 semestres = 3 termos (ou 2 termos e ½), de Setembro a Junho/Julho (ou final de Maio).
› Embarque em Janeiro por 1 semestre = 2 termos (ou 1 termo e 1/2 ), de Janeiro a Junho/Julho (ou final de Maio).

O Ensino Médio na Inglaterra é composto por 4 anos, 2 anos de GCSE (todos devem fazer) e mais 2 anos de A/As Levels (somente para quem pretende cursar a universidade). Nos GCSE’s, os estudantes têm aulas básicas, como matemática, história, inglês, etc., e podem escolher quais matérias querem cursar. Como os A/As Levels são somente para quem pretende cursar uma universidade, eles são compostos por matérias mais vocacionais, técnicas, mais voltadas para o que você quer fazer na faculdade, por isso é normal você ter menos matérias básicas e mais opções de matérias específicas e práticas, muito parecido com o nosso “colegial técnico” no Brasil.
Como a realidade do mercado de trabalho é bastante diferente da nossa, é comum os estudantes fazerem somente o GSCE e já começarem a trabalhar. Nem todo mundo na Escócia faz universidade, já que, mesmo assim, não é difícil ter sucesso profissionalmente no país. O estudante intercambiário que embarcar para o High School na Escócia vai cair, geralmente, no segundo ano de GCSE ou no primeiro dos A/As Levels. Na maioria dos casos as escolas ainda permitem que você faça algumas matérias de cada série.
Existem opções de programa em escolas públicas ou particulares, mas as duas tem praticamente o mesmo custo e oferecem a mesma estrutura, inclusive a opção de “boarding school”.


Acomodação:


É fácil se locomover na Escócia - entre as cidades e vilas, pelo campo e para o litoral.
Qualquer que sejam os seus interesses - compras, cultura, música, esporte, culinária, atividades ao ar livre ou a busca de belas paisagens - com certeza você achará tudo isso na Escócia.

A hospedagem em casa de família oferece grandes oportunidades para você se hospedar com anfitriões locais e aprender mais sobre como viver na Escócia enquanto você pratica o seu inglês. Muitas escolas/universidades podem oferecer acomodação em alojamentos estudantis ou em casas ou apartamentos fora do colégio/universidade. Há também outras opções de acomodação alugada, desde albergues e apart-hotéis até hotéis de meia
pensão (Bed & Breakfast) e de cinco estrelas. Enquanto estiver no seu programa, você poderá viver com uma família nativa e ter a oportunidade de fazer parte do dia-a-dia deles, aprendendo os detalhes da cultura  como o chá (com leite!) das 17:00, o “after eight”, a pontualidade, etc.
Se você escolher ficar numa casa de família, deve estar preparado para exercer suas obrigações como todos os outros que vivem na casa, tais como arrumar seu quarto, fazer sua cama, lavar sua louça e, algumas vezes, lavar sua roupa. Isso não é exclusivo do estudante estrangeiro, mas sim costume dos escoceses (e da maioria dos europeus), já que, para eles, não é normal ter empregadas domésticas em casa e na maioria das vezes a mãe e o pai trabalham fora. Por outro lado, você será tratado como um membro da família e terá também os mesmos direitos dos seus irmãos hospedeiros (caso haja algum na casa).
Os escoceses não são muito apegados á família nem muito afetuosos uns com os outros, por isso, se alguém te olhar de cara feia, não pense que é com você. Acima de tudo, eles são muito respeitosos, raramente faltam com educação tanto com os mais íntimos quanto com os que não conhecem e sabem muito bem onde termina o direito deles e começa o seu.
Caso você escolha ficar numa “boarding school”, esqueça tudo o que você sabe sobre “colégio interno”. Apesar de muitos no Brasil ouvirem aquela frase: “se você não se comportar vou te mandar para o colégio interno”, na Inglaterra, ir para uma “boarding school” é o sonho de muitos adolescentes. Nessas escolas, o nível acadêmico é altíssimo e, além e matérias, a escola é responsável por ensinar valores aos jovens, como respeito, dedicação, honestidade, etc. Sendo assim, não pense que você vai estudar o tempo todo só porque vai “morar” na escola. Você terá seu tempo livre e, com certeza, fará muitos(as) amigos(as) para a vida toda.
Nas “boarding schools” o dormitório feminino é separado do masculino, e existem salas comuns para lazer, descanso e estudos. A maioria dessas escolas organiza excursões regularmente, disponibilizam assistência em tempo integral para todos os alunos e oferecem as refeições no próprio campus.



Informações adicionais sobre Escócia nos seguintes links:
http://www.reino-unido.net/escocia.htm

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pelos seus comentários e considerações. Entraremos em contato em breve.